sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

CURIÓ

curió Sporophila angolensis (Linnaeus, 1766)

O curió é uma ave passeriforme da família Emberizidae, conhecido também como avinhado, bicudo e peito-roxo (Pará). Seu nome científico denota um erro, pois é uma ave encontrada exclusivamente nas américas.
O curió é muito estimado por seu canto, por isso é um dos pássaros canoros mais caçados e engaiolados por criadores, chegando ao nível de redução significativa de sua população em seu ambiente natural.
Seu nome, na linguagem indígena, significa “amigo do homem”. Por extensão, não podemos afirmar que o homem seja propriamente um amigo do curió, reduzindo seu habitat natural, caçando-o impiedosamente e fazendo desse pássaro um verdadeiro ícone de disputas de canto e de comércio desenfreado, que funciona nos meandros e muitas vezes na marginalidade das leis de proteção ambiental, beirando a imoralidade gananciosa e permissiva.
Alimentação:

Alimenta-se basicamente de alguns insetos, várias sementes em especial a semente do capim navalha, subindo nos pendões de capim ou catando-as no chão.
Distribuição Geográfica:

Encontra-se distribuído em quase todo território nacional, de Pernambuco ao Rio Grande do Sul, passando por estados da região Centro-Oeste. Encontrado também do México ao Panamá e em quase todos os países da América do Sul, com exceção do Chile e Uruguai. Habita as regiões litorâneas brasileiras e principalmente o litoral paulista.
Atualmente o curió, assim como muitos outros pássaros brasileiros, encontra-se ameaçado de extinção, em decorrência da caça e comercialização que visam o mercado dos criadores (legal ou ilegal) e da destruição de seus ambientes naturais.
(Seu comentário assim como sua crítica é incentivo para continuar a fotografar essas belezuras assim como pesquisar sobre elas).

6 comentários:

  1. Fotografar pássaros é sempre difícil. Em geral o fazemos contra um fundo mais luminoso que o próprio objetivo, já que não há muita escolha na hora de se dar o click. Ontem vi no Globo Reporter um cara que convenceu uma pequena cidade a libertar os pássaros cativos... achei o máximo. Os pássaros foram sendo soltos aos poucos e a cidade ganhou com isso. Gaiola pra que? Abraços Felipe!

    ResponderExcluir
  2. Felipe, além de vc ser um ótimo fotógrafo ainda fornece esses textos gostosos e educativos!!! Parabénssssssssssss!! Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Essa espécime eu conheço! Parabéns Felipe, foi um dia bem especial com este encontro

    ResponderExcluir
  4. meu querido... suas fotos assim como seu trabalho estão impecáveis, como sempre. saudades.... beijos.

    ResponderExcluir
  5. Tio, aqui é o peterson de Valadares. Preciso lhe enviar um email. Qual o senhor tem utilizado ultimamente? Tentei no fffotografo@hotmail.com e nao consegui, deu uma mensagem de erro.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Olha Felipe, você está coberto de razão, quem já se viu, aceitar a criação e a comercialização de espécies ameaçadas de extinção, como o cúrio, o bicudo, o azulão, outros mais..., e tudo isso com o consentimento de orgãos ambientais, chega a ser irônico, o brasil fazer tanta propaganda da conservação de espécies, se por elas nada FAZEM...

    ResponderExcluir